Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9498
Title: O justo valor nas propriedades de investimento do setor imobiliário
Authors: Pessoa, Rui Filipe Mendes
Advisor: Leal, Carmem Teresa Pereira
Keywords: mensuração
propriedade de investimento
Issue Date: 3-Jul-2019
Abstract: Esta investigação recaiu sobre a utilização do justo valor como método de mensuração das propriedades de investimento. Com esse fim, foi analisado o conceito do justo valor e do custo histórico, como também as suas vantagens e desvantagens. Com base nestas opções, este estudo conta ainda com o objetivo de identificar fatores explicativos nas empresas para optarem pelo justo valor. Assim sendo, foi composta uma amostra de 754 empresas, das quais foram analisados os períodos compreendidos entre 2010 e 2016. Sendo um estudo direcionado em exclusivo para o setor imobiliário, foi possível identificar que as empresas em que as propriedades de investimento têm grande peso no total do ativo são mais propensas a mensurar as suas propriedades de investimento pelo justo valor. Em sentido contrário, empresas que sejam auditadas por uma Big4 ou de grande dimensão, tendem a ter comportamentos mais conservadores e deste modo, a não utilizarem o justo valor como método de mensuração. Os resultados deste estudo indicam ainda que o uso do justo valor como método de mensuração permanece limitado comparativamente com a utilização do custo histórico para esta classe de ativos, evidenciando que, apesar da crescente preocupação com a harmonização contabilística e atualização do normativo português para esse fim, as empresas portuguesas mantêm-se fiéis às políticas conservadoras caraterísticas do modelo Continental. Na amostra recolhida, apenas 16,09% deu preferência ao justo valor como método de mensuração das propriedades de investimento. O presente estudo contribuiu para aprofundar a temática envolvente ao justo valor, tendo os seus resultados ido ao encontro da literatura existente.
This research focused on the use of fair value as a method of measuring investment properties. For this purpose, the concept of fair value and historical cost was analyzed, as well as its advantages and disadvantages. Based on these options, this study also has the objective of identifying explanatory factors in companies to opt for fair value. Thus, a sample of 754 companies was compiled, from which the periods between 2010 and 2016 were analyzed. Being a study directed exclusively at the real estate sector, it was possible to identify that the companies in which the investment properties have great weight in the total assets are more likely to measure their investment property at fair value. On the other hand, companies that are audited by a Big4 or large, tend to have more conservative behaviors and, therefore, do not use fair value as a method of measurement. The results of this study also indicate that the use of fair value as a measurement method remains limited compared to the use of historical cost for this class of assets, evidencing that despite the growing concern with accounting harmonization and updating portuguese legislation for this purpose, portuguese companies remain faithful to the conservative policies characteristic of the Continental model. In the sample collected, only 16.09% gave preference to fair value as a method of measuring investment properties. The present study contributed to deepen the surrounding thematic to the fair value, and its results went to the existing literature.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10348/9498
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DESG - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação-Final_Rui Pessoa.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.