Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9680
Title: O valor da reabilitação precoce num Serviço de Medicina Intensiva
Authors: Matos, Tânia dos Santos
Advisor: Marques, Carlos Peixeira
Rainho, Maria José de Matos
Keywords: Reabilitação precoce
Cuidados intensivos
Issue Date: 10-Jan-2020
Abstract: O conceito de valor em saúde representa um modelo inovador de prestação e de financiamento dos cuidados de saúde, pretendendo-se com o mesmo obter um maior envolvimento e uma maior responsabilização de todos os stakeholders, que assim contribuem, em sinergia e ativamente, para melhorar a saúde de cada pessoa e otimizar o funcionamento dos sistemas de saúde. A excelência dos cuidados de enfermagem de reabilitação acrescenta ganhos em saúde em todos os contextos da prática, expressos na prevenção de incapacidades e na recuperação das capacidades remanescentes de cada pessoa. A reabilitação precoce no doente crítico foi recentemente apontada como uma recomendação emanada pelas Clinical Practice Guidelines for the Prevention and Management of Pain, Agitation/Sedation, Delirium, Immobility and Sleep Disruption in Adult Patients in the ICU (PADIS) de 2018, visto ser uma prática segura e com potencial agregação de valor, quer nos resultados para o doente, quer nos custos para a organização. O presente estudo, quantitativo e retrospetivo, pretende analisar o efeito de um programa de reabilitação precoce nos resultados para o doente crítico e para a organização que presta o serviço. Num desenho quase-experimental, recorreu-se a uma amostra de 332 doentes que estiveram internados num Serviço de Medicina Intensiva (SMI) do Norte de Portugal, através de duas bases de dados secundárias: uma para um grupo de controlo, resultante de registos criados entre 01 de janeiro de 2013 e 31 de dezembro de 2014; outra para o grupo experimental, correspondente a doentes sujeitos a reabilitação precoce no período de 01 de janeiro de 2016 a 31 de dezembro de 2017. O tratamento de dados foi efetuado através do programa estatístico SPSS versão 24. Os resultados deste estudo sugerem que a implementação de um programa de reabilitação precoce no doente crítico produz melhores resultados para o doente, uma vez que este efetuou levante precocemente com menor dependência na capacidade funcional, necessitando de menor aporte de oxigénio. Em termos de resultados no SMI, mais precisamente na Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente (UCIP), a introdução de um programa de reabilitação precoce permitiu reduções no tempo de ventilação mecânica invasiva, no número de dias de internamento em UCIP e hospitalar, assim como no índice de carga de enfermagem no cuidado direto ao doente crítico à alta do serviço. Em termos práticos, este estudo vem comprovar que a enfermagem de reabilitação, através do seu trabalho diário, acrescenta um inegável valor no cuidado ao doente crítico.
The concept of health value represents an innovative model of health care delivery and financing. It is intended to achieve greater involvement and accountability of all stakeholders, thus contributing, synergistically and actively, to improve each person’s health and optimize the functioning of health systems. The excellence of rehabilitation nursing care adds health gains in all practice contexts, expressed in the prevention of disabilities and the recovery of each person's remaining abilities. Early rehabilitation in critically ill patients has recently been cited as a recommendation issued by PADIS 2018, as it is a safe practice and potentially adds value to both patient outcomes and costs to the organization. This quantitative and retrospective study aims to analyze the effect of an early rehabilitation program on outcomes for critically ill patients and the organization providing the service. In a quasi-experimental design, a sample of 332 patients who were admitted to an Intensive Care Unit in northern Portugal was used, resorting to two secondary databases: one for a control group, resulting from records created between January 1, 2013 and December 31, 2014; another for the experimental group, corresponding to patients undergoing early rehabilitation from January 1, 2016 to December 31, 2017. Data were processed using the statistical program SPSS version 24. The results of this study suggest that the implementation of an early rehabilitation program in the critically ill patient translates to better outcomes for the patient, since he / she performed early with less dependence on functional capacity, requiring less oxygen supply. In terms of ICU outcomes, the introduction of an early rehabilitation program allowed reductions in invasive mechanical ventilation time, the number of days in ICU and in the hospital, as well as in the nursing load index in the direct care of the critically ill patient to discharge from the service. In practical terms, this study proves that rehabilitation nursing, through its daily work, adds an undeniable value in the care of critically ill patients.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão dos Serviços de Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10348/9680
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DESG - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tânia dos Santos Matos.pdf
  Until 2022-01-10
1,61 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.