Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/97
Título: A palinologia da Lagoa do Saloio (Nazaré, Portugal) e a evolução holocénica da região da Mata Nacional do Valado
Autor: Gomes, Sandra Domingues
Orientador: Mateus, José Eduardo
Queiroz, Paula Fernanda
Palavras-chave: Palinologia -- Estremadura
Paleoecologia do Quaternário
Holocénico
Data: 2007
Resumo: As zonas húmidas como lagoas, turfeiras, pântanos, sapais e outros ecossistemas palustres caracterizam-se pelo seu dinamismo e complexidade do ponto de vista geomorfológico sendo por isso também altamente susceptíveis face a eventuais impactos naturais e/ou antrópicos. A área em estudo, a lagoa do Saloio, localizada no concelho da Nazaré, encerra uma história de mudanças ecológicas que se foram sucedendo no decorrer do Holocénico. Esta “história” evolutiva encontra-se preservada nos sedimentos da lagoa, constituindo a sua análise e posterior interpretação elementos irrefutáveis das alterações ambientais naturais ocorridas quer a nível local quer a nível regional. Mais recentemente, mudanças antrópicas terão causado o seu impacto na área em estudo, sobrepondo-se aos processos naturais. O recurso a diferentes disciplinas viabiliza a possibilidade de vislumbrarmos concertadamente o passado, reconstituindo os acontecimentos patentes nas principais mudanças ecológicas da paisagem, todavia no presente estudo, enfatizar-se-á a importância da palinologia, atendendo à sua utilidade e fiabilidade na descodificação dos territórios antigos (Riera Mora, 2006). Esta constitui um dos mais importantes métodos na reconstrução da flora, vegetação e ambientes pretéritos (Faegri e Iversen, 1989). Assim o presente estudo consiste num ensaio da análise palinológica de microfósseis polínicos e não polínicos de uma série sedimentar de lodos de fundo preservados na lagoa do Saloio (Nazaré). Deste modo iniciou-se o trabalho pela caracterização eco-fisiográfica da região e do contexto actual da lagoa, passando posteriormente à descrição dos vários aspectos da metodologia palinológica que culminaram na obtenção dos diagramas polínicos (regional e local). Posteriormente procedeu-se à descrição dos respectivos diagramas e à sua discussão, comparando os padrões registados e processos ecológicos inferidos com outros ocorridos em contexto “semelhante” do ponto de vista dos ecossistemas lacustres e na regiões de enquadramento do sítio. Da leitura dos diagramas obtidos registamos a presença de um pinhal antigo, possivelmente do início do Holocénico, que deu posteriormente lugar a um carvalhal bem implantado na região. O declínio dos sistemas florestais terá tido origem quer climática quer antrópica. No que diz respeito ao impacto antrópico este ter-se-á iniciado na Proto-história, no entanto, as evidências que temos dever-se-ão ao período romano. Com o aparecimento de prados ruderais, cereais, oliveira e outras culturas. No que diz respeito à dinâmica da lagoa esta terá apresentado um carácter predominantemente límnico, apesar de evidente em alguns momentos a alternância de fases secas com fases de inundação. Encontramos patente também sinais de eutrofização. Atendendo ao interesse do sítio e à natureza da sua envolvente regional, (caracterizada por apresentar bacias lacustres distintas com potencial paleoecológico), pretende-se que o estudo agora levado a cabo, forçosamente ainda de natureza preliminar, possa despoletar a continuidade para um projecto de resolução temporal mais fina, que adquirindo “estereoscopia paleoecológica” permita uma compreensão mais consistente da história ecológica da região.
Considering the geo-morphological perspective, humid areas like lagoons, turfs, swamps, moors and other lacustrine ecosystems are characterized by their dynamic and complexity; therefore, highly vulnerable before fortuitous and/or antropic impacts. Saloio lakelet, which is the area under research, is located in Nazaré municipality and holds a curriculum of ecological changes, having happened throughout the Holocene. This evolutionary “history” still resides on the lagoon sediments, whose analysis and further interpretation are irrefutable testimonies of the natural environmental changes befallen both at local and regional levels. Due to their believed impact upon the above referred area, recently emerged anthropic changes seem to prevail against a natural process. Applying to different subjects enables us to dive into the past and rebuild all the events conducive to the major ecological changes in the core of landscape; however, throughout the present research, and given its utility and reliability on deciphering the ancient territories (Riera Mora, 2006), emphasis will be put on the importance of palinology. This is one of the most important methods used in the reconstruction of the flora, vegetation and other surroundings of the past (Faegri e Iversen, 1989).Thus, the work now being considered consists of a research on the palynologycal analysis of pollen and non-pollen bearer microfossils retained in a sedimentary line of mud at the bed of Saloio lakelet (Nazaré). Having departed from the eco- physiographical characterization of the region and of the current context of the lagoon, to proceed through the description of the various aspects of the palynologycal methodology that led to the conception of pollen diagrams, (both regionally and locally),it was, finally, accomplished the description of the diagrams themselves and their inherent discussion, where both the recorded patterns and the inferred ecological processes were compared to others come out within “similar” contexts, regarding the lacustrine ecosystems and the surrounding regions. Given its interest and the regional involving nature of the site (featuring specific lacustrine basins, owning much paleoecological potential), it is intended this research, still in its outset, to progress and advance to a more accurate project of temporal conclusion, which, by acquiring pale ecological stereoscopy, conduces towards a more solid understanding of the ecological history of the region.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
URI: http://hdl.handle.net/10348/97
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:OLD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_sdgomes.pdfDocumento principal8,28 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.