Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9728
Title: Gestão do regime terapêutico de utentes diabéticos: funcionalidade familiar e intervenção do enfermeiro de família
Authors: Teixeira, Ricardo Marcelino Santos
Advisor: Carvalho, Amâncio António de Sousa
Simões, João Filipe Fernandes Lindo
Keywords: Família
Enfermeiro
Issue Date: 28-Jan-2020
Abstract: Este relatório é um documento reflexivo das atividades desenvolvidas durante o estágio de natureza profissional no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem Familiar realizado na USF Baltar. Este estágio, teve como objetivo principal desenvolver competências na prestação de cuidados globais às famílias e seus membros integrantes, tendo-se desenvolvido concomitantemente um estudo de investigação abordando a gestão do regime terapêutico das famílias com membros diabéticos e a sua relação com a funcionalidade familiar e intervenção do enfermeiro de família. Portanto, pretende-se refletir, de forma crítica, sobre as competências específicas desenvolvidas no âmbito da Enfermagem de Saúde Familiar, tendo em conta as atividades realizadas e apresentar os resultados de um estudo empírico desenvolvido durante o referido estágio. Assim, desenvolveu-se um estudo observacional, descritivocorrelacional, de coorte transversal e de abordagem quantitativa. O método de amostragem foi não probabilístico, por conveniência. Objetivou-se caraterizar em termos sociodemográficos a amostra em estudo, avaliar a gestão do regime terapêutico do utente diabético, a perceção sobre funcionalidade familiar e as intervenções do enfermeiro, bem como, analisar a relação entre variáveis, de forma a dar resposta às questões e hipóteses colocadas. Com vista à recolha sistemática de dados foi elaborado um formulário, respeitando as considerações éticas inerentes ao processo de investigação. Para o tratamento e análise de dados foi construída uma base dados no programa de software estatístico SPSS versão 22, procedendo-se à análise estatística descritiva, bem como, à inferência estatística para verificação das hipóteses em estudo. No referido estudo, verificou-se existir uma distribuição equitativa quanto ao sexo e aos grupos etários, sendo a maioria dos utentes casado (76,7%) e com o 1º ciclo do ensino básico (65%). Na distribuição relativa ao tipo de famílias, registou-se uma igualdade entre a categoria casal e a família nuclear (40% cada). Em relação à caraterização da funcionalidade familiar, a maioria era uma família altamente funcional (71,7%). Quanto à caraterização da intervenção do Enfermeiro de Família, a maioria tinha sido intervencionada pelo mesmo (61,7%). Não se verificaram diferenças estatisticamente significativas entre a gestão do regime terapêutico e a variável sexo (t de Student: p ≥ 0,810), grupos etários (t de Student: p ≥ 0,295), estado civil (t de Student: p ≥ 0,751), escolaridade (KW: p ≥ 0,554) e tipo de família (KW: p ≥ 0,340), funcionalidade familiar (KW: p ≥ 0,354) e intervenção do enfermeiro de família (t de Student: p ≥ 0,248). Concluiu-se assim, que metade dos membros diabéticos da amostra não faz uma gestão adequada do seu regime terapêutico e que as intervenções do enfermeiro têm sido pouco eficazes, devendo existir reflexão neste âmbito. Foram ainda, elaboradas propostas de intervenção que poderão constituir um estímulo para a melhoria da gestão do regime terapêutico dos utentes e famílias e das práticas dos enfermeiros de família nesta área.
This report is a reflective document of the activities developed during the professional internship in the context of the master's degree in family nursing conducted at the USF Baltar. The main objective of this internship was to develop competencies in providing global care to families and their members, and a research study addressing the management of the therapeutic regimen of families with diabetic members and their relationship with family functioning and intervention of the family nurse. Therefore, it intends to reflect critically on the specific competencies developed in the context of the family health nursing, considering the activities performed and presenting the results of an empirical study developed during the stage. Thus, we developed an observational, descriptive-correlational, cross-sectional cohort study and a quantitative approach. The sampling method was non-probabilistic, for convenience. The objective of this study was to characterize in socio-demographic terms the sample studied, to evaluate the management of the diabetic patient's therapeutic regimen, the perception of family functioning and the interventions of the nurse, as well as to analyze the relationship between variables, respond to the questions and hypotheses posed. In order to systematically collect data, a form was elaborated, respecting the ethical considerations inherent in the investigation process. For the treatment and data analysis, a database was constructed in the statistical software program SPSS version 22, proceeding to the descriptive statistical analysis, as well as the statistical inference to verify the hypotheses under study. In the study, there was a fair distribution regarding gender and age groups, with most married users (76.7%), with the 1st cycle of basic education (65%). In the distribution relative to the type of families, there was an equality between the category couple and the nuclear family (40% each). Regarding the characterization of family functionality, most were a highly functional family (71.7%). Regarding the characterization of the intervention of the family nurse, most had been intervened by the same (61.7%). There were no statistically significant differences between the management of the therapeutic regimen and the variable gender (Student's t: P ≥ 0.810), age groups (Student's t: P ≥ 0.295), marital status (Student's t: P ≥ 0.751), schooling (KW: p ≥ 0.554) and type of Family (KW: P ≥ 0.340), family functionality (KW: p ≥ 0.354) and intervention of the family nurse (Student's t: P ≥ 0.248). Thus, it was concluded that half of the diabetic members of the sample do not adequately manage their therapeutic regimen and that the interventions of the nurse have been ineffective, and there should be reflection in this context. There were also elaborate proposals for intervention that could constitute a stimulus for the improvement of the management of the therapeutic regimen of users and families and of the practices of family nurses in this area.
Description: Estágio e Relatório do Mestrado em Enfermagem de Saúde Familiar
URI: http://hdl.handle.net/10348/9728
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DESMC - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ricardo Marcelino Santos Teixeira.pdf2 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.