Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9771
Title: A influência do comportamento inovador e da formação do empreendedor no desempenho de empresas do Setor Agro-alimentar
Authors: Taveira, Gilberto Marinho Monteiro
Advisor: Marques, Carla Susana da Encarnação
Keywords: Comportamento inovador
desempenho da empresa
Issue Date: 14-Nov-2019
Abstract: Contexto: O atual ambiente competitivo força as empresas a inovar, já que a capacidade de inovação destas é, atualmente, considerada como fonte de vantagens competitivas. Consequentemente, as empresas carecem de pessoas para desenvolver atividades inovadoras e, nestas circunstâncias, tanto o comportamento inovador, como as capacidades empreendedoras, têm sido reconhecidas como benefício para o funcionamento organizacional. Objetivo: O objetivo do presente estudo é investigar de que forma o comportamento inovador dos empresários do setor agro-alimentar é influenciado pela formação prévia na área, idade e pela sua capacidade empreendedora. Pretende ainda saber-se de que forma este comportamento inovador, a capacidade empreendedora, a formação prévia na área e a idade influencia os resultados em inovação. A presente dissertação pretende, também, analisar de que forma o comportamento inovador dos empreendedores influencia a internacionalização, bem como a influência dos resultados em inovação na internacionalização. Metodologia: Para a persecução deste trabalho, em termos metodológicos, optamos pela metodologia quantitativa. Este estudo é baseado em dados primários oriundos de questionários administrados online e em papel, sendo a amostra final constituída por 120 empreendedores do setor agro-alimentar da região de Trás-os-Montes e Alto Douro. Para o tratamento dos dados foi utilizado o software SmartPLS 3.0, tendo sido aplicadas técnicas estatísticas uni e multivariadas, bem como equações estruturais. Resultados/Conclusão: Foi possível verificar que a capacidade empreendedor impacta positivamente o comportamento inovador e os resultados de inovação. Relativamente ao comportamento inovador, este influencia positivamente os resultados inovadores. A variável de controlo referente ao facto de possuir ou não um curso superior como habilitações académicas não têm influência nos constructos do ccomportamento inovador e dos outputs de inovação e a variável de controlo referente à idade influencia negativamente o comportamento inovador e impacta positivamente os resultados inovadores. Originalidade/Valor: Com a elaboração deste trabalho dá-se um contributo relevante no que concerne à escassez de investigações sobre o comportamento inovador nos empreendedores, já que a maioria dos estudos existentes assumem como unidade de análise os colaboradores, para além de dar a conhecer a realidade de um setor em expansão e de grande relevância em zonas rurais e mais desfavorecidas.
Context: The current competitive environment forces companies to innovate, since their innovation capabilities are currently considered as a source of competitive advantages. Consequently, companies need people to develop innovative activities and, under these circumstances, both innovative behaviour and entrepreneurial skills have been recognized as a benefit to organizational functioning. Objective: The aim of this work is to investigate how innovative behaviour of entrepreneurs of the agri-food sector is influenced by the previous training in the area, age and their entrepreneurial skills. It also intends to study how innovative behaviour, the entrepreneurial skills, previous training in the area and age influences innovation outputs. The present dissertation also aims to examine how innovative behaviour of entrepreneurs influences internationalization, as well as the influence of innovation outputs in internationalization. Methodology: For the formulation of this dissertation, in methodological terms, we selected the quantitative methodology. This study is based on primary data from questionnaires applied online and on paper and the final sample consists of 120 entrepreneurs from the agro-food sector of the region of Trás-os-Montes and Alto Douro. For the data treatment, the software SmartPLS 3.0 was used, applying uni and multivariate statistical techniques, as well as structural equations. Results/Conclusion: It was possible to verify that entrepreneurial skills positively impacts innovative behaviour and innovation outputs. Regarding innovative behaviour, this has a positive influence on innovation outputs. The control variable, whether they have a higher education course, has no influence on the constructs of innovative behaviour and innovation outputs, and the age control variable negatively influences innovative behaviour and positively impacts innovation outputs. Originality/Value: With the elaboration of this work, a relevant contribution is made regarding the scarcity of investigations about entrepreneurs’ innovative behaviour, since most of the existing studies assume as unit of analysis employees, besides giving to know the reality of a sector, which is expanding and of great relevance in rural and less favoured areas
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10348/9771
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DESG - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gilberto Marinho Monteiro Taveira.pdf2,05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.