Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9996
Title: O Papel do Enfermeiro de família na promoção da resiliência e da qualidade de vida em famílias a vivenciar situações de doença crónica
Authors: Alves, Daniela Patrícia Ribeiro
Advisor: Barroso, Isabel Maria Antunes Rodrigues d...
Monteiro, Maria João Filomena dos Santos ...
Keywords: Resiliência
Qualidade de Vida
Issue Date: 21-May-2020
Abstract: Introdução: Este relatório de estágio, no âmbito do curso de mestrado em enfermagem de saúde familiar, pretende documentar as atividades realizadas no decurso do estágio que permitiram a aquisição de competências e o desenvolvimento do estudo empírico que tem como temática a perceção do utente com doença crónica, nomeadamente Diabetes Mellitus tipo 2 (DM) e Hipertensão Arterial (HTA) sobre a resiliência e a qualidade de vida familiar. O estágio decorreu no período compreendido entre 01 de outubro de 2018 e 01 de março 2019, na Unidade de Saúde Familiar Fénix, que integra o Agrupamento de Centros de Saúde Douro I - Marão e Douro Norte. A doença crónica constitui-se como um fator de adversidade para a qualidade de vida das famílias, sendo que a resiliência pode torná-las mais fortes, contribuindo para sua capacidade de suporte e adaptação à doença crónica e, consequentemente, melhoria da qualidade de vida. O enfermeiro de família tem um papel fundamental no apoio às famílias e na promoção da resiliência e qualidade de vida familiar. Objetivos: i) Desenvolver as competências do enfermeiro especialista em enfermagem de saúde familiar; i) Caracterizar do ponto de vista sociodemográfico os utentes com doença crónica (DM e HTA) e famílias; ii) Avaliar a perceção dos utentes com doença crónica (DM e HTA) acerca da resiliência e da qualidade de vida das famílias; iii) Analisar a relação entre a resiliência familiar e a qualidade de vida familiar dos utentes com doença crónica (DM e HTA); iv) Analisar a relação entre as variáveis sociodemográficas e a qualidade vida dos utentes com doença crónica (DM e HTA); v) Analisar a relação entre as variáveis sociodemográficas e a resiliência familiar dos utentes com doença crónica (DM e HTA). Metodologia: O desenvolvimento de competências foi alvo de uma análise crítico reflexiva e da aplicação da melhor evidência científica na prática clínica. O estudo empírico enquadra-se no domínio da investigação de natureza quantitativa, transversal e descritiva. A amostra é constituída por utentes com DM e HTA de uma Unidade de Saúde Familiar, num total de 100 participantes. A recolha de dados foi efetuada através da aplicação de um formulário constituído por variáveis de caracterização sociodemográfica, a escala de avaliação da resiliência familiar (FRAS) e a escala para avaliação da qualidade de vida (QOL-VR). Os dados recolhidos foram objeto de uma análise estatística descritiva e inferencial com recurso ao programa IBM SPSS versão 25. Resultados: Dos participantes no estudo, 58% apresenta diagnóstico de HTA, 11% diagnóstico de DM e 31% e diagnóstico de HTA e DM. Maioritariamente do sexo feminino (56%), com uma média de idade de 65,95 anos (dp 9.73), casada ou em união de facto (77%), com baixo nível de escolaridade (59% com o 2º ciclo), 43% estão reformados e 81% dos utentes pertencem ao nível socioeconómico médio. Verifica-se que são os utentes do sexo masculino que percecionam níveis mais elevados de qualidade de vida familiar e que à medida que idade aumenta, diminui a resiliência familiar total. No que respeita à relação entre a resiliência familiar e a qualidade de vida das famílias em situação de doença crónica, verifica-se que quanto mais resilientes são as famílias, maior é a qualidade de vida. Conclusão: O desenvolvimento do estágio permitiu a aquisição de competências em enfermagem familiar de forma sistematizada e assente na prática baseada na evidência científica, que contribuíram para consolidar a prática de enfermagem de família. De forma global, o estudo é um contributo para a intervenção dos enfermeiros especialistas, sobretudo com as famílias em situação de doença crónica, no sentido do fortalecimento do sistema familiar e da capacitação das famílias para a promoção da qualidade de vida e resiliência familiar.
Introduction: This internship report, within the scope of the Master's Degree in family health nursing, aims to document the activities developed during the internship which allowed for the acquisition of practical skills and the development of an empirical study which has as its subject the chronically ill patient’s perception , namely Type 2 Diabetes Mellitus (DM) and Arterial Hypertension (HTN),on family resilience and quality of life. The internship took place from October 1, 2018 and March 1, 2019, at the Fénix Family Health Center, which is part of the Douro I Health Center Group - Marão and Douro Norte. Chronic disease is an adversity factor for the quality of life of families, and resilience can make them stronger, contributing to their ability to support and adapt to chronic disease and, consequently, improve the quality of life. The family nurse has a fundamental role in supporting families and promoting resilience and quality of family life. Objectives: i) Develop the skills as a specialist nurse in family health nursing; i) Characterize, from a sociodemographic standpoint, patients with chronic disease (DM and HT) and their families; ii) Assess the perception of patients with chronic disease (DM and HT) about the resilience and quality of life of families; iii) Analyze the relationship between family resilience and the quality of family life of patients with chronic disease (DM and HT); iv) Analyze the relationship between sociodemographic variables and the quality of life of patients with chronic disease (DM and HT); v) Analyze the relationship between sociodemographic variables and family resilience of patients with chronic disease (DM and HT). Methodology: The development of competences was the object of a critical-reflexive analysis and the application of the best scientific evidence in clinical practice. The empirical study fits within the field of quantitative, transversal, and descriptive research. The sample consists of patients with DM and HTA from a Family Health Center, with a total of 100 participants. Data collection was performed via the application of a form consisting of socio-demographic characterization variables, the family resilience assessment scale (FRAS), and the quality of life assessment scale (QOL-VR). The collected data were the object of a descriptive and inferential statistical analysis using IBM SPSS version 25. Results: Of the study participants, 58% had a diagnosis of hypertension, 11% had a diagnosis of DM, and 31% had a diagnosis of hypertension and DM. Mostly females (56%), with an average age of 65.95 years (SD 9.73), married or in a de facto union (77%), with a low level of education (59% with the 6th grade), 43% are retired and 81% of the patients belong to the average socioeconomic level. It appears that it is male patients who perceive higher levels of quality of family life and that, as age increases, total family resilience decreases. Regarding the relationship between family resilience and the quality of life of families in situations of chronic illness, it appears that the more resilient the families are, the greater the quality of life. Conclusion: Over the course of the internship, one was able to acquire skills in family nursing in a systematic way and train based on scientific evidence, which contributed to consolidate family nursing practice. Overall, the study is a contribution to the intervention of specialist nurses, especially with families in situations of chronic illness, in the sense of strengthening the family system and training families to promote quality of life and family resilience.
Description: Este relatório original foi expressamente elaborado para efeito de obtenção do grau de Mestre em Enfermagem de Saúde Familiar, realizado em consórcio entre as Escolas de saúde da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Universidade de Aveiro e do Instituto Politécnico de Bragança.
URI: http://hdl.handle.net/10348/9996
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DESMC - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Daniela Patrícia Ribeiro Alves.pdf
  Until 2021-05-21
1,79 MBAdobe PDFView/Open Request a copy
Declaração Daniela Patrícia Ribeiro Alves.pdf
  Restricted Access
64,65 kBAdobe PDFView/Open Request a copy
Validacao Daniela Patrícia Ribeiro Alves.pdf
  Restricted Access
96,41 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.