José Leite de Vasconcelos e o percurso da dialetologia portuguesa

Data
2010
Autores
Guimarães, Rui Dias
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Nodus Publikationen Wissenschaflicher Vrelag - Munster, Germany
Resumo
O tema do estudo é o percurso da dialectologia portuguesa a partir de José Leite de Vasconcelos (1858-1941). O problema que formulamos, consiste em detectar algumas fontes que lhe serviram de apoio e distinguir parte do seu legado dialectológico e filológico. Delimitamos este problema à área dos dialectos transmontanos e alto-minhotos, e o galego (1993). O Dialecto Mirandez (Vasconcelos, J. L.:1882) costuma ser apontado como o início da sua investigação em filologia, posteriormente aprofundado em dois volumes, e os estudos «dialectos transmontanos» publicados na Revista Lusitana, em 1890-1892 e em 1895. Segundo alguns autores, Leite de Vasconcelos foi o fundador da dialectologia científica portuguesa. Em termos de fontes que cita, detectam-se as Regras da Língua Portugueza, Espelho da Língua Latina, de Dom Jeronymo Contador de Argote, publicado em 1725 e o Vocabulário Português Latino (1712-1722) de Dom Rafael Bluteau (1638-1734) e Faria y Sousa (1590-1649) os primeiros citados em Esquisse d´une dialectologie portugaise (Vasconcelos, J. L.: 1901) e o último em Opúsculos vol. VI (Vasconcelos, J. L.: 1985). Na Carta Dialectológica de Portugal Continental (1894) Leite de Vasconcelos distingue diversos dialectos do português europeu e em Esquisse D´une dialectologie portugaise (1901) acrescenta-lhe os «dialectos insulares», «os dialectos do ultramar», os dialectos crioulos» e o «português dos judeus» e mantém os «codialectos portugueses». No Mapa Dialectológico de Portugal Continental (1929) dentro do «dialecto de Trás-os-Montes» distingue três variedades: Peso da Régua, Alijó e Boticas (Barroso). Posteriormente, outros estudos com informação dialectal possibilitaram estudos linguísticos sobre o dialecto barrosão (Guimarães, R.:2002) na retoma do legado de indícios de Leite de Vasconcelos.
Descrição
Palavras-chave
dieletologia, variação linguística, etnolinguística, historiografia linguística, dialetos, falares
Citação