Internacionalização do vinho português: o caso da Adega Cooperativa de Favaios

Data
2023-01-16
Título da revista
ISSN da revista
Título do Volume
Editora
Resumo
A crescente globalização dos mercados e dos produtos, especialmente nas últimas décadas, levou a múltiplos desafios para as empresas, nomeadamente para aquelas que precisam de se internacionalizar, mas carecem de experiência em mercados estrangeiros ou na condução de operações internacionais. A diminuição gradual das barreiras tradicionais ao comércio trouxe desafios aos empresários locais, que agora precisam de reconsiderar as suas estratégias a nível global, incluindo escolhas sobre quais os mercados a entrar e a melhor localização para cada fase da cadeia de valor. O setor vitivinícola português tem uma enorme importância na economia nacional e o crescente interesse pelos vinhos nacionais faz com que a indústria se torne cada vez mais competitiva e orientada para a “conquista” dos mercados internacionais. O principal objetivo do presente relatório de estágio é estudar o processo de internacionalização da Adega Cooperativa de Favaios, empresa que se dedica à produção de vinhos e que produz um dos mais emblemáticos moscatéis portugueses, o moscatel de Favaios. A Adega de Favaios está presente nos tradicionais mercados europeus de vinho moscatel, como é o caso da Suíça, Bélgica, Alemanha, França e Luxemburgo e mais recentemente começou a conquistar novos mercados, menos tradicionais no consumo de vinhos licorosos, como o Brasil, Angola, os Estados Unidos, Canadá e China. Assim, o objetivo da empresa passa por continuar a crescer nos mercados externos, contribuindo também para a boa imagem dos vinhos portugueses a nível mundial.
The increasing globalization of markets and products, especially in recent decades, has led to multiple challenges for companies, particularly for those that need to internationalize but lack experience in foreign markets or in conducting international operations. The gradual decrease in traditional barriers to trade has brought challenges to local entrepreneurs, who now need to reconsider their strategies globally, including choices about which markets to enter and the best location for each stage of the value chain. The Portuguese wine sector is of enormous importance in the national economy and the growing interest in national wines makes the industry increasingly competitive and oriented towards the “conquest” of international markets. The main objective of this internship report is to study the internationalization process of Adega Cooperativa de Favaios, a company dedicated to the production of wines and that produces one of the most emblematic Portuguese muscatels, the muscatel de Favaios. Adega de Favaios is present in the traditional European markets for muscatel wine, such as Switzerland, Belgium, Germany, France and Luxembourg, and more recently began to conquer new markets, less traditional in the consumption of liqueur wines, such as Brazil, Angola, the United States, Canada and China. Thus, the company's objective is to continue to grow in foreign markets, also contributing to the good image of Portuguese wines worldwide.
Descrição
Relatório de Estágio apresentado à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre em Ciências Económicas e Empresariais
Palavras-chave
Internacionalização , setor vitivinícola
Citação