Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/8894
Title: Crenças das crianças relativamente à violência
Authors: Martins, Márcia Filipa Oliveira
Advisor: Fernandes, Otilia Maria Monteiro
Relva, Inês
Keywords: violência
vítimas
variáveis sociodemográficas
Issue Date: 26-Sep-2018
Abstract: A presente investigação teve como objetivo perceber as crenças das crianças relativamente à violência. O estudo teve um caráter descritivo, quantitativo, correlacional e comparativo, com um design quasi-experimental, ocorrendo num período de tempo transversal. A análise foi realizada com o programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 22 para Windows. A amostra foi constituída por 157 participantes, maioritariamente do sexo masculino (53.5%), com idades entre os 11 e os 16 anos. Os instrumentos utilizados foram um Questionário Sociodemográfico, a Escala de Crenças sobre a Violência (E.C.C.V.) e a escala de Sinalização do Ambiente Natural Infantil (S.A.N.I.). Os resultados da E.C.C.V. em função do sexo dos inquiridos, mostraram-nos que existem diferenças significativas entre os participantes do sexo feminino e masculino na dimensão determinantes individuais (p = .038), sendo que os inquiridos do sexo masculino (M = 1.43; DP = .48) apresentaram valores mais elevados do que os do sexo feminino (M = 1.27; DP = .33). No que diz respeito aos resultados da E.C.C.V. em função do Tipo de Fratria não foram encontradas diferenças significativas. E por último, os resultados da correlação entre as dimensões da E.C.C.V. e da S.A.N.I. mostramnos que quanto mais elevada é a frequência da ocorrência de acontecimentos violentos, mais fortes são as crenças das crianças sobre a violência.
The present research aimed to understand children's beliefs about violence. The study presented a descriptive, quantitative, correlational and comparative character, with a quasi-experimental design, occurring in a transversal period of time. The analysis was performed with the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), version 22 for Windows. The sample consisted of 157 participants, mostly male (53.5%), aged between 11 and 16 years. The instruments used were a Sociodemographic Questionnaire, the Beliefs Scale on Violence (E.C.C.V.) and the Natural Childhood Signaling Scale (S.A.N.I.). The results of E.C.C.V. according to the gender of the respondents, showed that there were significant differences between the male and female participants in the individual determinants dimension (p = .038), with male respondents (M = 1.43, SD = .48) presented higher values than those of the female sex (M = 1.27, SD = .33). With regard to the results of E.C.C.V. due to the Fracture Type, no significant differences were found. And finally, the results of the correlation between the dimensions of E.C.C.V. and S.A.N.I. show that the higher the frequency of violent events, the stronger the children's beliefs about violence.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10348/8894
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DEP - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Márcia Martins.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.