Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/10972
Title: Sincronização ovárica e inseminação artificial em ovelhas cruzadas de Awassi x Sarda
Authors: Pera, Daniela Martins
Advisor: Azevedo, Jorge Manuel Teixeira de
Valentim, Ramiro Corujeira
Keywords: Ovinos
Awassi x Sarda
Issue Date: 26-Feb-2021
Abstract: Numa exploração animal, o maneio reprodutivo é extremamente importante, uma vez que é a principal fonte de entradas económicas. O controlo da atividade reprodutiva é essencial à sua organização e gestão adequada, dado que permite adequar os ciclos de nascimentos e de produção às exigências sazonais do mercado de produtos de origem animal. A técnica de inseminação artificial (IA) revolucionou a produção em várias espécies animais, não apenas em termos de organização e gestão, mas principalmente na melhoria do valor genético dos efetivos animais. Do ponto de vista da produção ovina é importante conhecer a eficácia da aplicação das técnicas de controlo reprodutivo e de IA em explorações comerciais. O presente trabalho teve como principal objetivo avaliar a eficácia da aplicação de dois tratamentos – FGA vs. CIDR + eCG (500 UI) – de controlo da atividade reprodutiva em ovelhas cruzadas Awassi x Sarda, durante o mês de junho. Simultaneamente procurou-se avaliar os efeitos do carneiro e do inseminador sobre a taxa de fertilidade pós-inseminação com sémen refrigerado. O ensaio foi realizado em Carviçais, Torre de Moncorvo, mais precisamente na Exploração Comercial (Mateus Lda.), entre os meses de junho e agosto de 2019. Nele foram utilizadas 43 ovelhas lactantes cruzadas de Awassi x Sarda e três carneiros Assaf. O estudo começou com a avaliação da ciclicidade ovárica pré-tratamentos de controlo da atividade reprodutiva. De seguida, as ovelhas foram divididas em dois grupos: FGA (acetato de fluorogestona) e CIDR (Controlled Internal Drug Release). As ovelhas do grupo FGA receberam uma esponja vaginal impregnada com 20 mg de FGA e as do grupo CIDR um dispositivo intravaginal com 0,35 g de progesterona (P4). Os tratamentos com progesterona/progestagénio tiveram uma duração de 7 dias. Quando da remoção das esponjas/dispositivos vaginais, todas as ovelhas receberam uma injeção de 500 UI de eCG (Gonadotropina Coriónica equina). A IA foi realizada 53 + 1 hora pós-remoção das esponjas/dispositivos por dois inseminadores. Na segunda quinzena de junho, todas as ovelhas Awassi x Sarda estavam cíclicas. Ambos os tratamentos curtos (FGA ou CIDR) + eCG foram 100% eficazes. Quarenta e um dias após a IA, 83,7% das ovelhas Awassi x Sarda estavam gestantes. O tratamento hormonal afetou a taxa de fertilidade pós-IA (CIDR: 77,3% vs. FGA: 90,5%). O carneiro dador de sémen condicionou a taxa de fertilidade (A: 88,9% vs. B: 90,5% vs. C: 69,0%). O inseminador não influenciou a taxa de fertilidade (Experiente: 87,5% vs. Inexperiente: 78,9%).
Breeding management is the highest source of incomes in any animal farm. Breeding control allows the effective organization and management of all farms activities and the adjustment of births periods to seasonal demand of animal products market. Artificial insemination has changed animal production dramatically in the last decades. The implementation of this technic depends on breeding control, especially in small ruminant herds. The main goal of this paper is to assess the efficiency of two short term breeding control protocols – FGA vs. CIDR + eCG (500 IU) – in Awassi x Sarda ewes by June. Artificial insemination efficacy and the effects of ram and inseminator on fertility rate were also evaluated. The experiment took place at Carviçais, Torre de Moncorvo county, in a commercial farm (Exploração Mateus Lda.) by June to August involving 43 lactating Awassi x Sarda ewes and 3 Assaf males. Ovarian activity previous to treatments were assessed. Ewes were divided into two groups: FGA and CIDR. FGA ewes received a vaginal sponge impregnated with 20 mg of fluorogestone acetate (FGA) while CIDR ewes received a controlled internal drug release (CIDR) intravaginal device with 0.35 g of progesterone. Progesterone/progestogen treatments lasted for 7 days. At vaginal sponge/device removal ewes were injected 500 IU of eCG (equine Chorionic Gonadotrophin). Artificial insemination has performed 53 + 1 hour after eCG administration by 2 inseminators. All Awassi x Sarda ewes were cycling in the second half of June. Both short term treatments were 100% effective. Forty-one days after insemination 83.7% of Awassi x Sarda ewes were pregnant. Hormonal treatment (CIDR: 77.3% vs. FGA: 90.5%) and ram (A: 88.9% vs. B: 90.5% vs. C: 69.0%) affected the fertility rate. Inseminator (Experienced: 87.5% vs. Inexperienced: 78.9%) did not affect the fertility rate.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica
URI: http://hdl.handle.net/10348/10972
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DZOO - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dec Daniela Martins Pera.pdf
  Restricted Access
101,62 kBAdobe PDFView/Open Request a copy
Val Daniela Martins Pera.pdf
  Restricted Access
77,97 kBAdobe PDFView/Open Request a copy
Diss Daniela Martins Pera.pdf27,99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.